Falta de combustível prejudica atendimento do Samu em municípios Alagoanos

Por causa da paralização unidades de Maceió e Arapiraca correram o risco de ficar congestionadas

Na noite da última quarta-feira (15), informações encontradas na internet revelaram que três grandes cidades do interior de Alagoas estavam sem assistência do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). São Miguel dos Campos, Coruripe e Teotônio Vilela, estavam com unidades de socorro paradas por falta de combustível.

Por causa da paralização unidades de Maceió e Arapiraca correram o risco de ficar congestionadas. Segundo uma denúncia repassada ao 7segundos, em Maceió só funcionaram 2 Básicas e 2 Avançadas para mais de 1 milhão e meio de pessoas na capital em 48 horas.

Através da denúncia também foi dito que estavam colocando bombeiros e não médicos para gerenciar o serviço.

De acordo com socorristas ,o problema foi administrativo, faltou autorização do cartão de abastecimento, pois a forma de abastecimento dos carros oficiais havia sido alterada.

Em São Miguel dos Campos o problema foi solucionado ontem à noite de forma imediata. Para esclarecer a situação desse e de outros municípios a redação entrou em contato com a Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas (SESAU).

 A informação da assessoria do local, foi de que houve um problema no sistema de abastecimento do estado , mas que as prefeituras já haviam resolvido. A mesma garantiu que não há viaturas quebradas nem danificadas nos municípios citados.

Compartilhar

Comentários