TCE aprova com ressalvas a prestação de contas do ex-governador Teotônio Vilela

Ressalvas foram os votos contrários dos conselheiros Anselmo Brito e Sérgio Roberto

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas (TCE/AL) acatou por três votos a dois, o parecer de vistas da conselheira Maria Cleide Beserra, pela aprovação, com ressalvas, das contas do governo Teotonio Vilela Filho, referentes ao exercício de 2011. A sessão foi realizada na manhã desta quarta-feira (19) e presidida pela conselheira Rosa Albuquerque.

A votação havia sido iniciada no dia 22 de março, e já contava com pareceres do relator, conselheiro Anselmo Brito e do Ministério Público de Contas, contrários à sua aprovação. Porém, o pedido de vistas da conselheira Maria Cleide suspendeu temporariamente a sessão, sendo retomada nesta quarta. Em seu voto,  pela aprovação com ressalvas, ela foi acompanhada pelos conselheiros Fernando Toledo e Otávio Lessa.

O conselheiro substituto, Sérgio Maciel, votou com o relator Anselmo Brito, pela rejeição. O também conselheiros substituto Alberto Pires ficou impossibilitado de votar, por ter elaborado o relatório técnico, na condição de auditor do TCE. Na condição de presidente da sessão, a conselheira Rosa Albuquerque, também não votou. 

Os conselheiros que tiveram o voto vencido destacaram a gravidade dos atos cometidos pelo ex-governador durante sua gestão.

Compartilhar

Comentários