Edital para concurso da PM e CB em Alagoas deve ser publicado até junho, diz governador

  • Renan Filho assegura que o Governo está atento à situação do complexo prisional e não medirá esforços para conter motins de facções criminosas

    Márcio Ferreira/ Agência Alagoas
  • Fabrício Santos, secretário de Planejamento

    Ascom/ Seplag

Banca avaliadora deve ser o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (CESPE)

O governador do estado, Renan Filho (PMDB) em seu bate-papo semanal, através de suas redes sociais (Facebook e Instagram), anunciou, nesta quarta-feira (10), a realização do concurso público para a Segurança em Alagoas e que o edital deverá estar pronto até o início de junho. O chefe do Executivo confirmou também que a banca avaliadora deve ser o Cespe. Órgão que já avaliou outros certames no estado.

Para a Segurança serão ao todo 150 vagas para o Corpo de Bombeiros e 1000 vagas para a Polícia Militar.

Ao lado do secretário de Planejamento do Estado (Seplag), Fabrício Santos, o governador lembrou que em sua campanha para o governo prometeu que priorizaria as áreas da Educação e da Segurança em Alagoas, e que acredita está cumprindo. “Ao lançar primeiro os concursos para a educação e para a segurança eu sigo fazendo o que fiz desde o primeiro momento que assumi o governo. Nós já contratamos policiais militares por concurso, chamamos 800 da reserva técnica, chamamos a reserva do CFO (Curso de Formação de Oficiais). Proximamente vamos chamar a parte final dessa reserva. Chamamos professores por concurso para a Uneal, para Uncisal”.

“Nós estamos trabalhando dura para ainda no mês de maio soltar o edital para o concurso público. Hoje saí da secretaria da Fazenda para a de Planejamento a autorização para liberação do edital. Saindo isso vai caber a Seplag cuidar do edital em parceria com a PGE para que a gente possa publicá-lo”. O governador chegou a desmentir alguns “memes” da internet que estariam espalhando de que o concurso não seria realizado esse ano.

Renan filho ressaltou que existem burocracias a serem superadas, mas que o concurso será realizado ainda em 2017. “Nós não protelaremos o concurso. Pois quero dar continuidade a promoção da paz em nosso estado e isso é muito importante para consolidar as políticas públicas de Alagoas que temos implantado como os Cisps, o lançamento do programa Força-Tarefa e proximamente vou lançar também a Polícia do Bairro, por isso precisamos estar com um efetivo da polícia crescendo”.

O chefe do Executivo salientou ainda que para esse concurso da Segurança, o Curso de Formação de Oficiais não entrará devido ao restante da reserva técnica que ainda está para ser convocada.

Com a palavra, o secretário Fabrício Santos falou sobre a banca organizadora do concurso. Ele explicou como está sendo feita a escolha da empresa, que segundo o responsável pela pasta do Planejamento do estado deve ser o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (CESPE).

Em janeiro o governo do Estado já havia dado início ao processo de elaboração de edital para a realização dos concursos públicos no Estado, sobretudo nas áreas de educação e segurança pública.

Compartilhar

Comentários