Força-tarefa apreende 1,7 tonelada de queijo clandestino em mercados públicos de Maceió

Equipes do Núcleo de Defesa do Consumidor e Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (ADEAL) apreenderam nesta quinta-feira (11), 1,7 toneladas de queijo dos tipos coalho, mussarela e manteiga comercializados em situação irregular nos mercados públicos dos bairros da Levada e Jacintinho, em Maceió.

A fiscalização tinha como objetivo flagrar a venda de queijos e outros derivados do leite fabricados clandestinamente e sem consonância com a legislação.

Nenhum dos produtos apreendidos apresentava o Selo de Inspeção Federal (SIF) ou o Selo de Inspeção Estadual (SIE), o que caracteriza origem duvidosa.

Também foi constado que parte do queijo apreendido tinha selos falsificados em suas embalagens.

Todos os comerciantes flagrados vendendo os produtos foram autuados e receberam uma multa, cujo valor está ligado à quantidade de produto apreendido. Eles terão 30 dias para apresentar suas defesas junto aos órgãos fiscalizadores.

Os produtos aprendidos na operação que contou com o apoio de técnicos da Vigilância Sanitária municipal e do Procon/AL, além de homens da Polícia Militar (PM), foram descartados no aterro sanitário de Maceió.

Compartilhar

Comentários

Últimas Notícias

Publicidade