Desembargador do TJ/AL suspende eleição da diretoria da Adefal

O desembargador Klever Rêgo Loureiro, do Tribunal de Justiça de Alagoas, suspendeu a eleição da diretoria da Adefal (Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas), que estava prevista para esta quarta-feira (14). A decisão foi publicada no Diário da Justiça de hoje.

A 5ª Vara Cível da Capital havia negado a suspensão, requerida em ação impetrada por Pedro José de Lima Neto, um dos candidatos do pleito. O desembargador Klever Loureiro ressaltou, em sua decisão, que recebeu o recurso apenas nesta terça-feira (13). “A matéria exige uma análise mais aprofundada, não havendo tempo hábil para tal análise, visto que a eleição está marcada para o dia de amanhã”, afirmou.

“A fim de evitar a irreversibilidade da apreciação da postulação via agravo de instrumento e, reconhecendo a necessidade da entrega da prestação jurisdicional, constata-se que a suspensão da eleição é a medida que se impõe”, fundamentou Klever Loureiro.

O candidato Pedro José de Lima argumenta que há irregularidades nos atos da Comissão Eleitoral instituída pela Diretoria da Adefal, como o fato de que não teria sido respeitado o prazo de 60 dias entre a apresentação das chapas e a realização do pleito eleitoral.

Reunião

No final da manhã desta quarta-feira, o desembargador Klever Loureiro recebeu representantes da atual diretoria da Adefal. Na reunião, o desembargador esclareceu as razões da decisão e informou que aguarda a manifestação da Diretoria nos autos, para a continuidade normal do processo.

Compartilhar

Comentários