Criança de três anos é espancada pelo pai e tem pimenta colocada no órgão genital

Caso será registrado na Delegacia de Crimes contra a Criança e o Adolescente

Uma criança de apenas três anos foi espancada e torturada pelo próprio pai na tarde dessa segunda-feira (04), em um barraco localizado na Favela Sururu de Capote, no bairro do Vergel do Lago, em Maceió. 

De acordo com informações da conselheira tutelar da Região Administrativa II, Valmênia Santos, a criança foi passar o final de semana na casa do pai identificado como Luciano da Silva, vulgo "Munguzá".

Após oito dias, a mãe da criança ligou para o pai na intenção de buscar o menino, mas ele alegou que iria levá-lo para a casa da avó. Na tarde de ontem, o menino foi espancado e chegou a ser quase enforcado com uma corda. Além disso, o pai é acusado de ter colocado pimenta nos  órgãos genitais da criança. 

Ao perceberem a agressão, populares invadiram o barraco, agrediram o pai da criança e socorreram a vítima para o Hospital Geral do Estado (HGE). Luciano da Silva e a madrasta conseguiram fugir antes da chegada da polícia. Já a mãe da criança foi contatada pelos populares e acionou o Conselho Tutelar. 

Na manhã de hoje, a criança foi levada para o Instituto Médico Legal (IML) de Maceió, onde passa por exames de corpo de delito. Ainda segundo a conselheira tutelar, a criança passou por acompanhamento médico e está tomando remédio. 

Após os exames de corpo de delito, a conselheira vai à Delegacia de Crimes contra a Criança e o Adolescente para registrar um Boletim de Ocorrência (BO) contra o pai da criança.

Compartilhar

Comentários