Alagoas: 8ª edição da Bienal do Livro é oficialmente lançada nesta quarta-feira

Evento acontece de 29 de setembro a 8 de outubro, no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso

A Universidade Federal de Alagoas (Ufal) divulgou nesta quarta-feira (06) a programação oficial da 8ª Bienal do Livro de Alagoas 2017, no auditório do Hotel Ponta Verde, no bairro de Ponta Verde, em Maceió. Este ano, o evento tem o objetivo focar na cultura e identidade regional, e terá como tema o Bicentenário de Emancipação Política de Alagoas.

De 29 de setembro a 8 de outubro no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, os visitantes terão a oportunidade de prestigiar nomes da política, filosofia, sociologia, artes cênicas e da gastronomia. O evento servirá como mostra para a reflexão da formação histórica e sobre a consciência que deve ser adquirida na construção de um modo de ser e sentir da história e da cultura global.

A reitora da Ufal, Valéria Correia, pensou em não realizar o evento devido à crise política, econômica e pela dificuldade que o país vem passando. “Conseguimos realizar, uma decisão difícil, mas foi uma decisão acertada. A Ufal não poderia faltar com a sociedade alagoana que terá uma Bienal ampla e de qualidade na proporção de fazer debates sobre a crise econômica e, sobretudo política, os livros vão está lá disponíveis”, afirmou.

Ainda segundo a reitora, além de fazer parcerias com o governo estadual e municipal, empresas privadas também ajudaram para que a 8ª Bienal saísse do papel. E que além dos livros físicos, também vão conter arquivos digitais, chamados e-book. A decoração do evento é uma homenagem aos 200 anos de Alagoas e figuras como seu Lindoso, Savio Almeida vão ser representadas.

O secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Régis Cavalcante entende que é um acontecimento cultural, cientifico e que pelo número de pessoas que frequentam a Bienal no período demostra o sucesso do evento. “Um evento dessa natureza na região como a nossa, no Nordeste, incentiva cada vez mais a leitura e podem surgir novos leitores, escritores, novos talentos", afirmou.

O prefeito em exercício, Marcelo Palmeira, afirmou que o evento é de grande importância para a cultura alagoana. "É um evento de suma importância para a cultura alagoana e para nossas crianças e adolescentes, que poderão ter esse primeiro contato com o livro", ressaltou.

Já foram confirmados nomes como Jessier Quirino, Gregório Duvivier, Bráulio Bessa, Gustado Lacombe, Márcia Tiburi, Dirceu Lindoso e Sávio Almeida. 

Confira a programação completa da 8ª edição da Bienal do Livro.

Compartilhar

Comentários